Intercâmbio e Cursos para Estudar e Trabalhar no Exterior

Cidades de Malta

Apesar de pequena a Ilha de Malta tem cidades fantásticas com escolas de Inglês para você escolher para seu Intercâmbio!

As cidades de Malta estão localizadas em duas ilhas maiores – Malta e Gozo – e três menores – Comino, Cominotto e Filfla. O país, de cerca de 400 mil habitantes, tem a cidade de Valletta, em Malta, como capital. A “vida” é em St. Julian’s – cidade que reúne o maior número de escolas de idiomas e programas para o público jovem, como baladas e barzinhos.

VALETTA

Com mais de 300 monumentos espalhados pelas ruas, Valetta, a capital de Malta, tem o ambiente perfeito para quem quer estudar e absorver cultura. As universidades do país, localizadas nas proximidades da cidade, oferecem cursos das mais diversas áreas.

Apesar das dimensões minúsculas, apenas 1 km por 600m, Valetta tem um grande destaque. Em primeiro, seu centro histórico é Patrimônio Mundial da Unesco. Também, foi nomeada a Capital Europeia da Cultura em 2018.

Com suas ladeiras e ruas bem estreitas, Valetta é uma alegria para os olhos. A “Cidade da Fortaleza”, construída pelos Cavaleiros da Ordem de São João, é o lugar mais animado da ilha durante o dia, mas à noite fica tranquila.

No centro, em ruas estreitas com clima bem mediterrâneo, ficam os bares, cafés, restaurantes e as lojas das marcas mais renomadas. As charmosas varandas e janelas coloridas das casas são uma atração à parte.

ATRAÇÕES EM VALETTA:

Catedral de St. John
A atração mais popular de Valetta é a Catedral de St. John, construída entre 1573 e 1578 pelos Cavaleiros da Ordem de St. John, os Cavaleiros de Malta. Como eram em número de 8, cada um ganhou uma capela na catedral.

No local, há um museu que abriga algumas importantes obras. Uma delas é a Decapitação de São João Batista, pintura a óleo de Caravaggio. Outra, o Relicário de St. John, que apresenta a mão direita de São João Batista, com a qual batizou Jesus Cristo.

Palácio das Armaduras
O museu conta a história da evolução das armaduras, conforme as batalhas e de acordo com a moda da época. Outra atração são as armas, como evoluíram e influenciaram os confrontos e guerras.

Upper Barrakka Gardens
Os Jardins Upper Barrakka ficam no ponto mais alto de Valetta e oferecem a paisagem mais deslumbrante da cidade, com o Mediterrâneo a perder de vista. O lugar é perfeito para uma pausa e um bom relax entre uma aula e outra.

Royal Opera House
A Royal Opera House, também conhecida como Royal Theatre, foi projetada pelo arquiteto inglês Edward Middleton Barry e erguida em 1866. É um símbolo da tradição maltesa, convivendo com o que a cidade tem de mais contemporâneo.

ST. JULIANS

De dia, St. Julians é uma tranquila vila de pescadores, com barquinhos coloridos sobre as águas de sua baía. À noite, é o lugar mais agitado de Malta, ligado a 220v, o preferido da ilha para curtir. Mas também para intercâmbio e estudos.

Bares, restaurantes, casas noturnas, hotéis compõem o visual que se mistura às águas azuis do Mar Mediterrâneo. Na Spinola Bay os barcos atracados na baía são o símbolo da história dos pescadores locais em meio à evolução da cidade. Algumas dessas embarcações partem dali para passeios turísticos no Mar Mediterrâneo. Apesar de ser uma linda cidade litorânea, St. Julian’s em Malta não é famosa pelas praias, que são curtas, pequenas e pouco confortáveis por causa das rochas.

Você está em St. Julians, mais precisamente em Paceville, uma região vibrante, onde estão os hotéis 5 estrelas, as lojas mais charmosas, bares, cafés e restaurantes famosos. Em função deste cenário, os cursos de inglês em St. Julians são muito procurados. Ainda, pela cidade oferecer praias, empregos e muitas outras atrações. Nesse clima contagiante, aprender inglês será uma tarefa divertida.

ATRAÇÕES EM ST. JULIANS

Spinola Bay
É um lugar tão charmoso que, além de ponto de encontro, é um dos principais cartões postais do país. Os barcos atracados na baía, que levam turistas para passeios no Mar Mediterrâneo, lembram a antiga vila de pescadores. É aí que St. Julians vibra com toda a intensidade.

Spinola Palace
A arquitetura latina presente em St. Julians pode ser vista no palácio, construído em 1688, no topo da colina Spinola. O local não está aberto aos turistas, mas sua fachada já vale a visita.

Balluta Church
A igreja neogótica Balutta Church foi construída em 1859, em Balluta Bay, pela Confraria de Nossa Senhora do Monte Carmelo de Valetta. Está localizada de fronte às águas do Mediterrâneo.

Malta National Aquarium
O projeto do Aquário Nacional de Malta fica numa área de, aproximadamente, 20.000 m². Em seus 41 tanques e um grande aquário, você verá tubarões de ponta preta, tubarões zebra, tubarões leopardo, tubarões de bambu, raias, enguias e outras espécies exóticas.

SLIEMA

Como outras cidades costeiras de Malta, Sliema é uma antiga vila de pescadores que, hoje, abriga elegantes residências e exuberantes prédios. É uma boa opção para quem busca diversão, esporte e, claro, um bom curso de inglês.

Sliema é uma pequena cidade no país de Malta, na ilha de mesmo nome, tem um calçadão a beira mar, super arborizado, com vários bares, restaurantes e hotéis modernos de frente para o mar. É uma localidade que conta com lindas atrações, tanto naturais como arquitetônicas e culturais. O litoral de Sliema é famoso por seu banhos romanos, diversas e pequenas piscinas naturais. A área de Sliema é conhecida pelo ar moderno, bons restaurantes e vida noturna agitada, além de ser uma cidade cosmopolita e com muitos turistas.

Com uma intensa vida noturna em seus restaurantes, cafés, lojas, bares e baladas, a vibrante Sliema transformou-se num dos destinos mais procurados de Malta. Mas a cidade não atrai visitantes apenas para suas atrações noturnas. Sliema oferece uma grande variedade de esportes aquáticos e sua orla é ponto de praticantes de corrida e caminhadas. Também, o centro histórico é uma amostra do rico patrimônio cultural escondido debaixo de cada pedra da cidade.

ATRAÇÕES DE SLIEMA:

Holly Trinity Church
A obra da Santa Trindade, concluída em 1866, foi projetada para assemelhar-se a uma igreja inglesa. Por isso, sua arquitetura destaca-se na paisagem da cidade.

St. Julians Tower
Originalmente denominada Torre di San Giuliano, a também conhecida Torre de Sliema foi construída em 1658. Algumas décadas depois, a pequena e robusta estrutura foi cercada por uma bateria de artilharia.

Independence Gardens
O parque florido com bancos coloridos, a poucos passos da praia, é um relax com paisagem de tirar o fôlego.

GOZO

Quem procura tranquilidade para viver e estudar inglês, numa atmosfera acolhedora e uma fascinante herança histórica, vai se apaixonar por Gozo.

É uma das ilhas mais famosas do arquipélago e está a 30 minutos de ferry boat de Malta. É a segunda maior ilha do arquipélago de Malta e para os malteses um ótimo destino de férias. Tem apenas 30 mil habitantes e o ritmo de vida bem tranquilo. Apesar de Gozo ser uma ilha pequena, há muito o que ser explorado.

A ilha, de apenas 67 km², é a segunda maior em extensão territorial do arquipélago que forma a República de Malta. É um lugar para não se esquecer jamais. Imagine-se caminhando ou andando de bicicleta por praias tranquilas, com areia cor de mel. Isso mesmo, cor de mel. Ou, ainda, contemplando o Mediterrâneo do alto de um penhasco.

Gozo, conhecida como a Malta de 50 anos atrás, oferece uma autêntica aventura maltesa e as águas mais azuis da região.
Mas não pense que só existe calmaria em Gozo. Quem quiser agitação é só procurar pelos cafés, bares, restaurantes e lojas da ilha. Ou seja, é um lugar supercompleto para o seu intercâmbio.

ATRAÇÕES DE GOZO

De qualquer parte da ilha de Gozo, a paisagem é de um azul turquesa impressionante. Infelizmente, um dos principais cartões postais do arquipélago, a Azure Window, não existe mais.

O belo arco de pedras, que formava uma janela com vista para o Mediterrâneo, despencou após fortes tempestades.

Além dos registros de turistas do mundo inteiro, a Azure Window ficou famosa depois de virar cenário do casamento da Daenerys Targaryen da memorável série Game Of Thrones.

Templo Megalítico de Gozo ou Torre dos Gigantes
O santuário mais antigo de Malta foi construído entre 3600 e 3200 a.C. Seu nome, Ggantija, em maltês, deriva da palavra gigante. Antigos moradores da região acreditavam que somente criaturas de tamanho colossal pudessem erguer suas enormes pedras.

Cittadella de Gozo
A Cittadella fica em Victoria, a capital de Gozo, e é uma fortaleza com vestígios da idade da pedra. Algumas construções deste patrimônio histórico permanecem intactas para você desbravar.

St. PAUL´S BAY

A apenas 30 minutos de Valetta, St. Paul´s Bay é mais uma das cidades da costa maltesa com águas azul-turquesa a perder de vista. À noite, a paisagem fica iluminada por restaurantes, barzinhos e festas. Praticar inglês nesse clima é muito divertido.

A cidade também é muito conhecida por motivos religiosos. De frente para sua orla, fica a famosa St. Paul’s Island, a ilha onde, acredita-se, o navio de São Paulo naufragou em 60 dC. As celebrações semanais em honra ao Santo atraem turistas de todos os lugares do mundo.

Para quem gosta de esportes, St. Paul´s Bay é o lugar perfeito. A cidade oferece as mais variadas atividades como as aquáticas, as caminhadas, as escaladas e até passeios a cavalo.

ATRAÇÕES DE ST. PAUL’S BAY

St. Paul’s Bay Wignacourt Tower
Wignacourt Tower, também conhecida como Torre da Baía de São Paulo, é uma torre de vigia concluída em 1610, em St. Paul’s Bay. Foi a primeira das seis construídas no país.

San Pawl Milqi
San Pawl Milqi é uma capela, construída em 1616, sobre as ruínas de uma vila agrícola do período romano. Segundo a tradição, é onde São Paulo foi acolhido após seu naufrágio em Malta em 60 dC.

MDINA

Mdina, uma das poucas cidades fortificadas intactas do mundo e antiga capital de Malta, é uma parada obrigatória para os estudantes e intercambistas na ilha. Você conhecerá, ao vivo, o cenário de diversas produções de Hollywood como Gladiador e Game of Thrones. Além de colocar um monte de história na bagagem.

Quando você enxerga Mdina da estrada, é uma visão tão fantástica que parece um set de filmagem. No alto de uma colina, fica a cidade medieval, totalmente murada, com seu imponente portão de entrada.
Nas curtas e estreitas ruas que formam um labirinto, somente os 300 habitantes de Mdina podem circular de carro. Além desses, os únicos veículos que se vê, são charretes conduzindo turistas. Por isso, e pelo isolamento dos muros, Mdina é chamada de “Cidade Silenciosa”.

Além de cafés, restaurantes, lojinhas de souvenirs e uma grande catedral, há um mirante com vista de tirar o ar da Ilha de Malta.

POPEYE VILLAGE

Visitar o Popeye Village Fun Park será mais uma das grandes aventuras do seu intercâmbio.

Lembra da vila portuária da década de 1930, com casinhas rústicas, onde vivia Popeye e a turma? Além de andar por suas ruas, você poderá encontrar o marinheiro carismático, sua namorada Olívia Palito e seu eterno inimigo, Brutus.

Popeye Village é, hoje, uma das maiores atrações turísticas da ilha, mas, curiosamente, não foi criada com este objetivo.

O parque temático foi construído em 1979, em Anchor Bay, para ser set de filmagens do longa metragem Popeye, financiado pela Paramount Pictures e The Walt Disney Company. Após o fim das filmagens e o fracasso nas bilheterias, os estúdios iam desmontar o cenário, porém, houve uma mobilização dos habitantes da localidade pela permanência definitiva da vila. Com o consentimento das companhias, o parque virou um museu a céu aberto.

+20 Anos
No Mercado
Lider no Google
entre as agências de intercâmbio
+2,500
Clientes Anuais
+40,000
Leads por Ano
10 Websites
Especializados
+250 Pacotes
de intercâmbio
Top Destinos
pelo mundo
Ferramentas
de última geração
+ Anos
No Mercado

Líder no Google

Entre agências

+
Leads por Ano
Websites
Especializados